Olá pessoas, unicórnios e seres em geral
Tudo bom com vocês??
Por favor, não me matem, ainda dá tempo pra playlist do mês? Espero que sim ♥ haha

Então sem enrolar, vamos começar

                            PLAYLIST DE MARÇO

Tássia Holsbach
* Desarrumar
* Facilito
* O que eu não dei pra ninguém
* Tão Bem

Legião Urbana
*Meninos e Meninas
*Há Tempos
*Índios
*Quase sem Querer

AnaVitória
*Cor de Marte
*Barquinho de Papel
*Trevo(tu)
*Dengo

Danni Carlos
*Coisas que eu sei
*Navio
*Música Nova
*Cinema

Clarice Falcão
*Vagabunda 
*Clarice
*Se esse bar fechar
*Como é que eu vou dizer que acabou

Cimorelli
*You're worth it
*Renegade
*Acid Rain
*I got you

Switchfoot
*Dare you to move
*This is home
*Meant to leave
*Stars


Tem umas músicas aí que são mais velhas que eu, espero que tenham gostado do post.


~Gabby L.R~

 
   


     Em uma noite lá pelas 23:00 horas, Clara estava saindo de casa para ir a uma boate com seus amigos. Se arrumou todinha e se sentia maravilhosa. Já pronta desceu de seu apartamento que ficava no oitavo andar e foi direto a portaria. O porteiro, muito simpático se ofereceu para chamar um táxi,o qual ela recusou educadamente. A noite estava linda demais para passear de carro.
     A boate que Clara iria ficava a apenas dois quarteirões dali e era extremamente conhecida na cidade. Os amigos já estavam a sua espera.
      Clara que havia chegado na cidade a apenas três meses ainda se encantava com todas as suas luzes. Sua namorada, Anne, havia nascido ali e já lhe mostrara boa parte da cidade.
       Clara já estava apenas a um quarteirão da boate, resolveu cortar caminho e entrou em uma rua pouco movimentada,e a partir desse momento ela se tornou o que a sociedade determina como uma puta.
       A rua estava deserta como sempre, mas havia algumas donas de casa fumando em suas janelas. Isso fez Clara se lembrar de sua de sua família,que morava em uma cidadezinha do interior .      
      Após andar alguns metros pela rua, ela percebeu um movimento entre as sombras e se assustou. Pegou a bolsa que carregava e tirou de lá um canivete que sempre carregava consigo. Foi nessa hora que um rapaz saiu das sombras que se estendiam pela rua. Ele tinha um porte forte e atlético. Estava bem vestido, com um beck nas mãos e claramente alterado.  Ele se pos em frente  Clara e a impediu de seguir caminho.
    -Onde a moça bonita tá indo?- perguntou ele com a voz embargada
     Clara, já atônita demais pra falar alguma coisa,apertou o cabo do canivete entre as mãos e tentou seguir caminho.
     -A moça não vai responder? -tornou a perguntar o rapaz,mas dessa vez a segurando pelo braço com uma força brutal.
      Clara em um movimento rápido pegou o canivete e desferiu um golpe na mão que a segurava e correu na maior velocidade que conseguiu. O rapaz agora machucado, alterado e furioso correu atrás dela, segurando-a e empurrando contra a parede.
     -Sua vagabunda, olha o que você fez comigo! -Ele esbravejou lhe dando um soco no rosto.
      Nesse momento ,Clara que já estava aos prantos, tentou gritar por ajuda, mas já não via as mulheres na janela e o agressor lhe tapou a boca.
       -Você não devia ter feito isso sua puta -Ele disse e a empurrou pras sombras.
         Ele a estrupou e matou,da forma mais covarde que se possa imaginar: com o canivete que ela mesmo havia carregado para se proteger.
       
        As senhoras que fumavam na janela alguns minutos antes, viram tudo,mas não chamaram a polícia ,muito menos pensaram em ajudar. Deram os ombros e foram se deitar.
         E enquanto tudo isso acontecia, os amigos e a namorada de Clara começaram a se preocupar com a sua demora e se dirigiram ao prédio onde ela morava. Chegando lá foram informados pelo porteiro que ela havia saído a mais de uma hora. Já desesperados, eles telefonaram para polícia e deram nota sobre o desaparecimento.
        Os amigos de Clara foram embora com o coração na mão e Anne subiu pro apartamento de Clara para o caso de ela chegar durante a madrugada.
        Ela esperou e esperou, até que acabou adormecendo, estirada no sofá. Acordou as 10hrs com o celular tocando. Era Tiago,um dos amigos que iam a boate na noite anterior.
     -Alô,Tiago?
     -Anne -disse ele com voz chorosa- Você pode descer aqui na portaria?
    -O que aconteceu Tiago?
    -Só vem pra portaria Anne. Por favor!
    Anne, já pressentindo o pior correu pro elevador. Ao chegar a portaria encontrou vários policias no saguão, e seus amigos com olhos vermelhos e inchados.
   Um policial veio em sua direção ,com olhos frios e calculistas,e sem um pingo de compaixão na voz lhe disse:
    -Clara está morta. Foi encontrada assassinada a um quarteirão e meio daqui. O corpo já foi enviado ao legista para ser analisado. Já avisamos a família e o corpo da garota será mandado a cidade natal.
     Anne desabou em lágrimas com um grito agonizante que veio do fundo de sua garganta. Foi consolada pelos amigos que também choravam.
      Clara foi velada e enterrada dois dias depois, na cidade de Passa Vinte, no sul de Minas.
     Sua morte foi noticiada no rádio,internet e televisão e consequentemente seu assassino foi encontrado. Este era filho do dono de uma grande multinacional, e pagou a fiança. Está em liberdade e mudou de país mantendo assim a reputação limpa.  Seu pai abafou o escândalo com alguns milhares de dólares.
       Clara, a garota que teve um preço pago com a vida,ficou conhecida como uma garota perdida, uma puta. Dizem por ai que ela pediu pra ser estrupada,afinal se ela estivesse dormindo ou lavando a louça isso não teria acontecido.
        Alguns cristãos falam por ai que foi castigo de Deus e que ela mereceu o fim que teve. Afinal era "sapatão", e Deus abomina homossexuais e manda todos pro inferno.
       Clara representa muitas mulheres nos dias atuais. Assediada, estrupada, vítima e morta, mas no fim, a culpada por tudo foi ela mesma. No fim da história ela é apenas mais uma puta pagando por pecados que outra pessoa cometeu, pagando o preço por ter sido morta.

~GabbyL.R~                  




Dica: Leia ouvindo All About That Bass - Meghan Trainor

    Dia desses tava conversando com uma das minhas amigas e de repente surgiu o assunto: pessoas que vivem de farsas.
     Ela tava com baixa auto estima, porque aparentemente tinha uma moça tumblr e sem defeitos dando em cima do namorado dela.
     Eu dei conselhos, e comentei sobre como as pessoas não mostram a parte ruim de suas vidas nas redes sociais. 
     No Instagram e Facebook por exemplo, você não vai ver pessoas postando sobre como estão tristes,magoadas e com a autoestima baixa.
     E quer saber? Foi algo dito e feito.
     Ela veio almoçar na minha casa e o assunto surgiu outra vez. A mesma garota perfeita e sem defeitos do facebook, saiu pra trabalhar com um "bad  hair day" enorme e uma cara de sofrida. Quase irreconhecível. 
     E isso não é um problema. Longe disso. Ela é humana e tem uma vida normal como qualquer outra pessoa. Com dias bons e ruins.
     E isso não é o único exemplo. Muitas famílias postam fotos sorrindo e se abraçando, mas a verdade é que vivem um verdadeiro inferno na vida real.
     Então eu vim dar pra vocês o mesmo conselho que eu dei pra ela: Não se iluda com a vida alheia, as pessoas não vivem em contos de fadas cheios de finais felizes.
     Cada pessoa é feliz a sua maneira. Algumas comendo, tirando fotos, outras lendo e outras jogadas no sofá de frente a televisão. 
      Você não tem que se inspirar na família, no sorriso ou no corpo de alguém para ser feliz.
      Não se sinta atingido pelos sorrisos e fotos de fins de semana que você vê por aí.Tire suas próprias fotos e admire sua própria felicidade.
      Você pode ser muito feliz sem comparar sua felicidade e beleza com a do coleguinha.
      Não tem necessidade de ter o corpo perfeito do Instagram, não precisa de roupas caras ou produtos da kyliecosmetics para ser linda e feliz. 
      Apenas faça as maluquices que te der na telha e viva da maneira intensa que conseguir.

      Felicidade não se expõe, se vive.




~Gabby L.R~
   
    Oiiiii pessoas 
    Saudade de vocês. 
    Voltei com os posts, e com um aviso: eu não desisti de vocês.
    Meu PC estragou durante as férias e eu fui pro rancho, e lá não tem PC nem net pra postar pelo celular. Enfim desculpas, e mais desculpas.
      Nesse post eu vou montar minha playlist do mês. Acho que vou trazer esse quadro pro blog todo mês agora. 
       Já vou avisando que sou bem BR mesmo, a maioria das músicas são daqui mesmo.
         Então vamos lá 
(O nomes vão redirecionar vocês para videos do You Tube)


          
          Tem músicas antigas aí e músicas mais recentes também. 
           Espero que tenham gostado do post.




AVISO: VOU VOLTAR COM AS RESENHAS EM BREVE. AGUARDEM.


~Gabby L.R~


   Oi pessoas, tudo bom?
   O post de hoje é sobre teatro. Vou falar um pouco sobre o teatro e sobre a minha experiência com o curso.
   Desde criança eu sou apaixonada com filmes. E eu na minha inocência de criança, achava que filmes eram histórias de pessoas de verdade que haviam sido filmadas por acaso. Tipo documentário sabe?
    Depois que eu cresci mais um pouco, passei a entender um pouco mais de todo o universo que envolve a interpretação.
    Mas para falar a verdade eu nunca tinha pensado em trabalhar sério com isso. Eu pensava sobre isso como um hobbie.
    Minha cidade (no sul de Minas) é bem desaculturada. Aqui não tem nada. No sentido bem literal da coisa. E esse ano de 2016, chegou aqui a oportunidade de fazer um curso de teatro.
    Eu toda animada, pimpolha e feliz, porque tinha acabado de apresentar uma peça na escola, quando fiquei sabendo fui correndo fazer.
    E uma verdade? Essa é uma coisa que eu tenho certeza que fiz certo. Uma das únicas coisas que NUNCA vou me arrepender de ter feito na vida.
    O curso tem duração de seis meses, e é dividido em duas etapas. 3 meses para formação do ator e os outros três para ensaiar e encenar uma peça.
     O curso é aplicado por três professores: Lucas Furtado, Fábio de Toledo e Reginaldo Silva.
    Eu só fiz a primeira etapa do curso até agora, mas eu posso dizer que isso afetou minha vida (de modo geral) drasticamente.
    O teatro é maravilhoso. Simplesmente.
    Enquanto você improvisa,faz uma cena ensaiada, ou mesmo escuta os professores, a sensação é única.
    Posso dizer que não sou mais a mesma Gabby que entrou naquele curso 3 meses atrás.
    Aprendi coisas que vou levar pro resto da vida.
    Eu aprendi a não abaixar a cabeça, desenvolvi auto-confiança, aprendi a levar minhas opiniões adiante mesmo que todas as pessoas em volta tenham uma opinião contrária, tive coragem o suficiente para cortar o cabelo bem curtinho, me apresentar na frente de várias pessoas, e fiquei mais sociável também. Sem contar o quanto o teatro foi um alivio pra minha mente. Quando eu chegava no curso, era como se não existisse mais problemas no mundo.
    Outra coisa que me deixou fascinada foi o fato de o teatro ter uma magia que nenhuma tela de cinema é capaz de mostrar. No teatro você faz tudo ao vivo, na hora, sem espaço para erros, você transmite seu sentimento ao público no momento em que você mesmo sente a emoção. É diferente das telas, onde tudo pode ser montado e remontado até dar certo.
      O teatro tem uma magia, que nenhuma outra forma de representação pode transmitir.
      Aconselho todos a fazerem um curso de Teatro e assistr a peças também.
      Quando eu comecei a fazer esse curso, era simplesmente um hobbie. Agora não . Eu sinto vontade de representar, de ensaiar, de decorar textos, de escrever e de fazer parte de tudo isso. Eu quero ser uma boa atriz e trabalhar com isso, profissionalmente falando.
     
      Para o pessoal de Campo Belo que acompanha o blog e se interessou, as inscrições para nova turma do curso estarão abertas a partir de Janeiro de 2017.
Aqui em baixo, vou colocar umas fotos da minha turma para vocês.
Espero que tenham gostado do post.


Fotos: Reginaldo Silva














~Gabby L.R~





    Não sei nem por onde começar. Talvez isso seja um bom começo.
    O dia tá bonito, o céu é azul e posso escutar vários pássaros cantando, talvez estejam longe daqui.       Ouço o latido do cachorro, e o grito da vizinha,e começo a perceber que durante as 24 horas do dia, eu tenho respirado uma grande quantidade de monotonia.
    As coisas meio que perderam um pouco do sentido que tinham. É sempre a mesma coisa, sem nenhuma variedade. Parece que a vida sabe que crio expectativas de mudança e resolve me quebrar a cara.
    E eu me sinto cansada. Hoje foi um dia em que eu acordei com vontade de ser outra pessoa.
    Não o tipo de cansaço que passa depois de 11 horas seguidas dormindo. Não o tipo de cansaço que é aliviado depois de um banho quentinho. Um tipo de cansaço diferente, um tipo de cansaço aterrador. Um cansaço que me faz não querer abrir a boca para falar com ninguém,sabe? Aquele cansaço de corpo e alma.
    Os dias ruins tem terminado e dado início a outros.
    Eu tenho tentado olhar para os lados. Mas me sinto uma garota submersa, afundando cada vez mais, porque não sabe nadar. E o silêncio e o vazio vem se tornando cada vez mais frequentes.
    Sinto nos ombros o peso da mochila, não a da escola, mas a da vida. Lá fora tudo é sol, mas dentro de mim tem uma tempestade formada, prestes a desaguar . E ela vai.
    Sinto que preciso de coisas novas. Novos ares, novas pessoas, novo hobby , novos livros, novos sorrisos, novos textos. Preciso de renovação.
    Nada na nossa história tem hora certa para acontecer. Mas a hora de tentar melhorar pode ser agora.
    Eu sou uma confusão ambulante, isso é fato, e tenho certeza que vocês já perceberam. Mas aqui vai uma dica: Se você está cansado, assim como eu, se de um tempo. O tempo é maravilhoso, e te dá oportunidade de pensar e descobrir o que está errado.
    Se o seu caso for de monotonia assim como o meu, tente achar novas coisas para fazer. Novos hobbies.  Vale tudo. Tente esportes, yoga, meditação, teatro, fotografia, dança, faça DIY's , assista ao por do sol, cante,faça trabalhos voluntários, artesanatos.....Tem mil e uma ideias espalhadas pelo glorioso mundo da internet.



 Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.
                                                                                                                           Desconhecido



~GABBY L.R~

    Oi gente, tudo bom??
    Hoje o assunto é um tanto ''polemico'', então para começar o texto eu gostaria de esclarecer algumas coisas para não ter mimimi depois.
1- Se você tem preconceito, não deveria estar lendo isso.
2- As opiniões que eu vou expressar aqui, são MINHAS, você tem todo direito de concordar ou não com elas.
3- Abra sua mente e trate o assunto naturalmente, porque É  algo natural.
    
     Bom gostaria de começar pelo quesito que causa mais polemica e repercussão: RELIGIÃO.
     Muitas das pessoas que tem preconceito contra os LGBT, se opõe a eles usando a religião como desculpa. E se você é uma pessoa que faz isso, você já está todo errado. Eu conheço religião. Eu sou cristã. Eu leio a Bíblia. Aqui vai MEU argumento religioso. Sabe o que eu achei lá na bíblia?

Se vocês de fato obedecerem à lei do Reino encontrada na Escritura que diz: "Ame o seu próximo como a si mesmo", estarão agindo corretamente.
Tiago 2:8

O meu mandamento é este: Amem-se uns aos outros como eu os amei.
João 15:12

"Vocês ouviram o que foi dito: 'Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo'. Mas eu digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem,
Mateus 5:43-44

Amados, amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.
 1 João 4:7-8

Sobretudo, amem-se sinceramente uns aos outros, porque o amor perdoa muitíssimos pecados.
 1 Pedro 4:8
    
     Agora me digam, vocês todos, estão amando, ou fazendo discurso de ódio? Acho que vocês estão pecando tanto quanto eles  na visão bíblica.
    Contra homossexualismo na Bíblia, diz o seguinte:

Não se deite com um homem como quem se deita com uma mulher; é repugnante. 
Levítico 18:22



Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus. Assim foram alguns de vocês. Mas vocês foram lavados, foram santificados, foram justificados no nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito de nosso Deus. 
 1 Coríntios 6:9-11

    Sim fala que homossexualidade é pecado, porém também fala que imoralidade é pecado, isso quer dizer que viciados em pornografia e masturbação, você que fica olhando a bunda das mulheres na rua, que fica espiando a vizinha.....Você não está indo muito bem não.
    Também fala dos idólatras. Diga-me, você não tem nenhum ídolo?
    Você que adulterou. Traiu seu namorado (a), marido, esposa....Tenho que lhe dizer, você não herdara o reino que tanto quer.
    A você ladrão, ao ''mão de vaca'', aos que compram e não pagam, aos que fazem calúnias....Má notícia para vocês.
    Outros versículos bíblicos para vocês lerem, e eu quero que vocês me digam se vocês põe o que está escrito ali em prática no dia a dia:

"Se uma mulher for estuprada na cidade, e não gritar alto suficiente, ela deve ser apedrejada até à morte (Dt22:23-24) Caso seja no campo, então ela vive (Dt 22:25). Enfim, se o estuprador for apanhado, ele deverá pagar
uma quantia ao pai e casar com a estuprada (Dt 22:28-29)."

"Se uma jovem é dada por esposa a um homem e este descobre que ela não é virgem, então será levada para a
entrada da casa de seu pai e a apedrejarão até a morte.
- Deuteronômio 22:20-21"
Pensem sobre o assunto.


    Saindo da parte religião e entrando na parte do ''isso não é natural''.
    ISSO É NATURAL.
    E não é uma coisa recente. Namoros e outros tipos de relações homossexuais vem de muito tempo atrás, assim como o preconceito das pessoas. A diferença é que agora esse é um assunto ''em pauta''.
    Todo mundo quer falar de todo mundo. Se alguém não pensa igual é motivo de briga. Cuidar da vida dos outros virou esporte para alguns. É sim uma coisa natural. O amor é natural. Enquanto as pessoas estiverem se amando e espalhando amor devemos ficar felizes. De guerras, ódio e brigas o mundo já está cheio, ninguém precisa de mais.
    Devemos considerar justa toda forma de amor. Amar é natural. Um homem amar um homem no sentido de relacionamentos é natural. Uma mulher sentir atração por outra? Totalmente compreensível. Alguém gostar tanto de homens quanto de mulheres? Esse é extremamente evoluído. Quanto aos trans? A transexualidade já foi tratada como distúrbio mental, deixa eles serem felizes com o gênero que quiserem.


    E se,mesmo depois do que você leu aqui, ainda tiver preconceito ou usa termos religiosos para se defender, só quero dizer que você precisa de ajuda. Precisa de ajuda para entender que as pessoas não são obrigadas a pensar como você, que um comentário  negativo não vai mudar ninguém, que sua religião não é necessariamente ''a certa'' e que você não é Hitler ou algo do tipo,e sendo assim,você não vai conseguir implantar uma ditadura na qual todos sigam as sua ideologia.




~Gabby L.R~

Tecnologia do Blogger.